a evolução dos hipsters

Mês passado a revista Paste mostrou um esquema bem engraçado sobre evolução dos hipsters, de 2000 até os dias de hoje.

Tudo começou com O Emo, em 2000. O protótipo de hipster usava cinto branco, converse e camiseta colorida, de preferência com bichinhos.

2001: Emo Redux. Camiseta de caveirinha da tour de Death Cab For Cutie combinandinho com as caveirinhas coloridas dos Vans.

2002: O Ashton. Boné e lencinho no pescoço compõem o look. A referência é clara.

2003: Da Cena. Vistos em todos os lugares hype, quase sempre com peças xadrez, tatuagens à mostra e iPod. O comportamento porralóki também complementava o look.

2004: O Intelectual. Colecionador de discos de vinil e óculos buddy holly, mesmo sem ser de grau.

2005: Vítima da Moda. Todas as tendências juntas, não importava. Chapéu de fur e botas, mesmo no verão.

2006: O Homem das Montanhas. Buscavam a autenticidade da classe proletária com muito orgulho das suas barbas cheias, inclusive do fato de serem confundidos com mendigos.

2007: A Rainha Vintage. Frequentadoras assíduas de brechós, as fotos tiradas com suas câmeras Holga tinham endereço certo, terminado com wordpress.com ou blogspot.com.

2008: The Williamsburg. Camiseta em V, bigode, bicicleta e iPhone.

2009: O meta-nerd.

Quais serão as tendências hipsters para 2010?

Anúncios

Sobre Felipe Lins
Onde eu nasci passa um rio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: